sexta-feira, janeiro 20, 2006

Curiosidades doentias...

Sim, nós somos um blog pluralista. Por isso, e depois de ter andado a falar nos últimos tempos de merdices e paneleirices da alta-burguesia nacional e estrangeira, vou falar finalmente de coisas sérias. Bem, se calhar no fim, vou brincar um cadinho, porque eu sou assim, danado para a brincadeira. Ora aqui vai:

- As diferenças entre ricos e pobres aumentaram em todo o mundo, situando-se agora numa relação de 72 para 1, quando em 1820 era de 3 para 1 e em 1950 de 35 para 1. No caso da Etiópia, só 172 anos depois (em 1992) é que conseguiram alcançar um nível de rendimento igual ao dos ingleses em 1820. É caso para dizer que custou, mas foi. Por isso são magrinhos; pouparam na comida para atingir "rendimentos elevados" e gastar noutras coisas bem mais importantes, como por exemplo para-ventos para impedir que algum etíope levante voo em caso de ventos mais fortezinhos.

- Nós por cá, continuamos com 2 milhões de habitantes a viver com menos de 350 euros (os rendimentos acumulados dos 20% mais ricos é 7,4% maior que os rendimentos dos 20% mais pobres...), temos a pior taxa de abandono escolar (38,6%) e 15% de pobreza persistente (o pior nível da Europa...). Sem dúvida alguma, somos peritos a arrecadar o último lugar das tabelas e sempre com larga vantagem sobre os "concorrentes".

- No que toca, ao índice GINI (método de medição do grau de igualdade na repartição de rendimentos da população de um país) estamos a meio da tabela... MUNDIAL! É certo que os EUA estão 2 lugares atrás de nós, mas tenho que referir que imediatamente atrás de nós, está Moçambique e à frente estão a TANZÁNIA, ESTÓNIA e leia-se bem, o VIETNAME. Portanto o país do boneco animado que se enervava e rodava muito, muito depressa, o da rapariga que mostrou as mamocas contra a nossa selecção e o país que conseguiu ser mais regado pelos americanos com Napalm, do que a minha Francesinha com molho de cerveja no último fim de semana, são países mais justos que nós na distribuição dos rendimentos. É bom saber destas coisas. Se Deus quiser, o Cavaco vai resolver isto tudo. Pois, pois... Napalm, por mim, sejas bem-vindo a este país.

- Voltando às nossas comparações internas: obviamente que em tempo de crise, no ano de 2005, as vendas de automóveis de luxo dispararam, tendo inclusive as vendas dos BMW, Aston-Martin, e Ferrari, aumentado quase 100%... O Belmiro de Azevedo continua a ser o mais abastado dos Tugas, sendo a sua fortuna avaliada em 1,3 mil milhões de euros. Américo Amorim, continua na sua peugada, com 1,2 mil milhões de euros, sabendo o AX´istomuitoestranho de fonte segura que este, para alcançar o Miro e sovina como é, vai deixar de tomar Viagra e de comer entradas e sobremesas nos restaurantes para aforrar mais um bocadinho. Ah! E nada de papel higiénico de folha dupla. É folha simples e acabou! Se arranhar, é favor deitar um poucochinho de pó talco e já está...

Depois disto, resta-me apenas comentar os dois casos referidos no Jornal O Público, 15 de Janeiro, sobre o mundo dos Pobres e do Ricos:

Os Mendes vivem numa antiga ilha, já desmantelada pela Câmara do Porto. Não têm água quente, nem sequer casa de banho. São pobres, mas reparem vocês que vivem numa "ilha"... Luxo, hein? Os pobres são assim, quanto menos têm, mais gastam... Já a estilista Fátima Lopes vive numa propriedade de 2000 metros quadrados. Penso que terá água quente e pelo menos uma casa de banho. Não, não vive numa "ilha", porém água para nadar é coisa que não lhe falta. Não utiliza as piscinas comuns da Quinta da Penha Longa, em Sintra, porque «toda a gente tem a sua própria piscina e o seu jardim». Na quinta, onde Fátima Lopes tem a sua propriedade, até o lixo é recolhido de manhã para não perturbar, à noite, o soninho da alta burguesia, que é muito sensível à algazarra insuportável dos camiões do lixo... Por falar em lixo, na casa da Aurora (esta também é uma senhora, mas pobre), os excrementos da retrete (localizada num anexo ao anexo onde vive...), quando não escorrem para longe, são atirados para um terreno contíguo, que serve de lixeira. Aurora vive num casebre, um anexo de uma casa que ardeu.

Patrícia d´Orey vive num T6 duplex com 500 metros quadrados em Leça da Palmeira. No seu anexo - uma moradia que possui na Foz - guarda as bicicletas, com que ela e o marido se exercitam ao fim-de-semana. O exercício da Aurora resume-se bater na banca da cozinha, para afugentar os ratos, quando cozinha. A Ticha Oreos tem piscina coberta e descoberta, dois courts de ténis, sala de ginástica, jacuzzi, sauna e banho turco em Leça da Palmeira. Aurora não é bem banho turco que toma: ela e a família é mais banho 2 vezes por semana no Centro Social da Junta, se não estiver muito frio. O seu casebre fica como uma piscina, quando chove, já que o tecto (quando cairá?) tem várias rachas. Rachas e infiltrações não terá o apartamento da Ticha, já que esta paga a módica quantia de 400 euros pelo condomínio.

Haja fé no Euromilhões!

15 Comentários:

Blogger Nelson disse...

Não sei se rio ou choro... merda, não me saiu o euromilhões!

21 janeiro, 2006 02:42  
Blogger Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Para quê? Para sair a algum rico para ficar ainda mais rico? O Euromilhões deveria, nas semanas em que não saisse a ninguem, ser distribuido por instituições de solidariedade. Para que merda quer um gajo 150 milhõesde euros se olha para o lado e só vê pobreza? Tenho que pensar em candidatar-me a ministro de uma treta qualquer para rebentar com meia-duzia de instituições e criar outra meia-dúzia porque isto assim não dá rendimento!!!

21 janeiro, 2006 16:37  
Blogger Mac Adriano disse...

Um retrato muito bem pintado do país e do mundo que temos. De facto, talvez só o napalm resolvesse isto...

21 janeiro, 2006 18:22  
Blogger Cruzeiro disse...

É a triste realidade do mundo em que vivemos.
E estou convencida que vai piorar, os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres...

23 janeiro, 2006 16:05  
Anonymous Anónimo disse...

'tá tudo tolo por aqui? Deu-te forte?! Preocupado com a justiça social? Ná..., a francesinha com molho de cerveja caíu-te mal..., muito mal. Até o Castor, vem lá das Holandesas cheio de amor pelos pobres! Queres ver que as holandesas também estavam estragadas!
Um abraço,
http://desgovernos.blogs.sapo.pt/

23 janeiro, 2006 19:24  
Blogger SePo disse...

só 1 correcção: aquela menina que mostrou as menias (bendita seja) não é da Estónia, mas, sim, da Letónia (acho eu). Embora o país não interesse nada.
Quem é a Ticha Oreos?
Eu prometo a Deus, sempre que faço o Euromilhões, que se me sair dou 1 terço para caridade, tal é o desespero.
Que coincidência, enquanto escrevo isto estou a ouvir a músicam do macaco Adriano. "Um amigo pra você, ah ah ah uh uh uh"

24 janeiro, 2006 23:21  
Blogger alfinete de peito disse...

Muito correcto este tua abordagem ao fosso cada vez maior entre ricos e pobres. Como costumo dizer, se o euromilhões não me sair a mim, ao menos que sai a álguem que relamente precise ou que ajude quem mais precisa.

Abraço.
Temos dito.

25 janeiro, 2006 16:56  
Anonymous Insolente disse...

espero um dia poder viver tao bem como um modesto vietnamita napalmizado... é o meu desejo mais profundo rezo todas as noites á nossa senhora lá daqueles lados que me conceda esse desejo... ora entao um grande bem haja (porque razao é que prefiro que falem de gajas boas??)

25 janeiro, 2006 23:10  
Blogger David disse...

O euromilhões é a salvação do país!

26 janeiro, 2006 14:16  
Blogger FPvintecinco disse...

Palavras para quê?

É o senhor comunista no se melhor..

28 janeiro, 2006 18:40  
Anonymous Perfect Woman disse...

Bommm o meu Roedor tem "resina"... mas "150 milhõesde euros" "convinhamos" hihihi jinhos ternos

Ps: adorei as tuas palavras lá no cantinho Cámuolas-o desaparecido em combate hihihi

31 janeiro, 2006 14:28  
Blogger Fulano Tal disse...

O boneco que rodava muito era da Tasmânia (ilha australiana) e não da Tanzania, e a gaja que mostrou toda a sua beleza num jogo da selecção era da Letónia e não da Estónia.

01 fevereiro, 2006 16:12  
Blogger Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Ó Cámuolas, então, pá? Por onde andas? E o resto do macacal? Não me digam que aderiram ao choque tecnológico e agora estão fundidos, ehe,ehe,ehe...

02 fevereiro, 2006 23:26  
Blogger The Woman +K(P) disse...

Vamos lá arregassar as mangas e começar a postar porque isto assim não dá rendimento...
Vem uma nina de tão longe, faz pra cima de 300km e atão chega-se aqui e a conversa ainda é a mesma!!!
Aí ai ai cambada de malandros...
Jinhos ternos

03 fevereiro, 2006 21:44  
Anonymous Vampiria disse...

"Haja fé no euromilhões".
Ámen.

07 fevereiro, 2006 17:07  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home