segunda-feira, setembro 26, 2005

Gaylândia

RTP 1:
- Malato no Um contra todos. Ver post passado para uma melhor compreensão...
- Substituto do Jorge Gabriel na Praça da Alegria (será que, depois do mês de substituição e enquanto o J.G. comia criancinhas, aquele já terá direito a identificação? É que ninguém sabe o nome do gajo, ou quer saber!) Dizem que é muito sensível e afável.

SIC:
- José Figueiras no às 2 por três (aquele cantar tirolês não engana ninguém...);
- Cláudio Ramos e Daniel Nascimento na Tertúlia Cor de Rosa (é preciso dizer mais alguma coisa? Só a cor do nome do show...) Ah e tal, o Claúdio Ramos não é, tem é tiques e além disso é casado. Não me lixem, que o George Michael também gostava de mulheres e depois viu-se no que deu...
- Herman. Não, não e não. Aliás, o facto de ele apresentar o reality show Senhora Dona Lady, onde 10 "homens normais" se travestem, abona muito em sua defesa. Com toda a certeza, nunca se sentiu tão em casa.

TVI:
- Mr. Goucha. Não confundir com o Mr. Gay, até porque não têm nada em comum. Aliás o Goucha usa óculos e o Mr. Gay não. O Mr. Gay já foi operado à papada e o Mr. Goucha gosta de ser papado. Enfim...
- João Cléber. Um homem a sério não faz a oração da bunda. Um homem come uma bunda e várias vezes, se puder. Não te dou, portanto, o benefício da dúvida.

Característica comum a estas gordas de quem eu falei? Não faço ideia, já que a selecção da amostra foi completamente aleatória usando um grupo de 8 pessoas, das quais se escolheram os supracitados. De qualquer modo e tentando divagar um pouco, que é o que todos os grandes cientistas fazem, tenho a dizer o seguinte: Destes caramelos, os únicos que não são olarilolélas e, portanto não os referi, são os 5 do Esquadrão Gay. Esses sim, são homens viris e de barba rija, ou então não...

Reflexão final sobre a forma de pergunta: Não estarão os canais de televisão a exagerar na bichanice, principalmente a Sic?

P.S.: Por dificuldades de logística e por respeito ao Dr. O Desejado, não mencionei nenhum "macho latino de trazer por casa" residente nos canais por cabo.
P.S.2: O Axistomuitoestranho, na pessoa do CáMuolas, não pretende ser boateiro nem mal intencionado. Acredite quem quiser...

sexta-feira, setembro 23, 2005

Tão jet-sets que até metem dó


Alexandra Fernandes aka Pamela Tuga Anderson, confidenciou à TV7 Dias (mais uma das fontes fidedignas e sisudas do Axistomuitoestranho) que terminou o namoro com o vereador da Câmara de Pombal, Michael António.

As razões referidas pelo artigo da conceituada revista foram a falta de tempo para namorar e imaturidade do vereador.

1ª pérola da antiga apresentador do boletim meteorológico: "O meu ex-namorado não foi muito correcto".

Minha cara, não me digas que no restaurante lisboeta "La Bordajeuse" imediatamente antes de te sentares à mesa, pensaste que ele iria, como um verdadeiro cavalheiro, afastar a cadeira para vossemecê se sentar, mas, ao invés, o jovem, imaturo e rebelde vereador puxou a cadeira e a menina estatelou-se no chão... Ao teres batido com a cabeça no soalho é que te lembraste que o fulano se chamava mesmo Michael António, acordaste do pesadelo e acabaste a relação...

2ª pérola: "No trabalho é um homem profissional e empenhado, mas é emocionalmente imaturo. Nunca teve uma relação que durasse mais de um ano. Apesar de ter 30 anos, continua a pensar e a agir como uma criança."

Moça, mas tu achavas mesmo que ele ia casar contigo? Tu foste apresentadora do boletim meteorológico! Obviamente que um vereador chamado Michael António só pode arranjar mulheres do teu nível e, portanto, nem ele consegue aguentar esse tipo de mulheres mais do que um ano. Ele não é imaturo. A isto se chama esperteza. Porém é uma esperteza saloia, já que, e volto a referir, o nome do homem é Michael António.

Resumindo e concluindo, o que tu queres sei eu: Ficaste triste e desapontada porque o que tu querias mesmo era uma pilinha como a do Tommy Lee que presenteava, vezes e mais vezes, a tua sósia americana, qual versão caseira contemporânea desse mito cinematográfico que é "Garganta Funda".

terça-feira, setembro 20, 2005

Música para todos

E é este o estado actual da música portuguesa..

Quando pensamos que tínhamos batido no fundo com o hit do Tino de Rans "pão pão, queijo queijo", era porque ainda não tínhamos visto nada.

Que a música portuguesa é na sua generalidade má, disso julgo que ninguém tem dúvidas.

Que sempre houve público para "artistas" pimbas e outros que tais cujo tempo de composição de uma música se deve situar, temporal e espacialmente, no limiar no intervalo dos morangos com açúcar, isso sempre foi sabido. E ainda bem que há.

Agora a situação começa a ser outra..

Novos e jovens grupos de qualidade musical nada duvidosa (são realmente maus) já julgam ter o direito de actuar nos coliseus de Lisboa e Porto. E de quem falo? EZspecial e D'zrt!!

Do primeiro apenas bastará dizer que todas as músicas têm que conter lalala ú, lelelela e, pior ainda, quererem ser parecidos a John Travolta.
Para os segundos, esses pobres coitados com cabelo à Zé Carioca que quando forem crescidos vão ser procurados por homicídio sobre quem os pôs a fazer isto, há que dizer o seguinte: está bem que sempre houve bandas pirosas para miúdos. No meu tempo tínhamos os Onda Choque e as Ministars. Bem diferente por sinal.. Desses grupos quase todos os membros eram miudinhas, bem giras, e tinham no máximo um ou dois gajos que não sabiam jogar à bola. Meteram-se nisso e agora devem fazer parte do Esquadrão Gay..

Isto de actuar no coliseu anda a ficar muito democrático. Qualquer dia temos lá, p.e. o Pedro Abrunhosa!!
E ele bem anda a fazer por isso.. para que ninguém se esqueça dele, anda a colar cartazes pelos bancos Millenium e dizer isso mesmo. EU ESTOU AQUI!!
Como esta estória de alternativo de esquerda cai em esquecimento quando o dinheiro é preciso.. Já estou a ver o Louça daqui a uns anos vestido de boneco da Michelin e voz de padre com um slogan magnífico "Eu continuo aí para as curvas".

Mas há aqui uma coisa que não compreendo. Com toda essa onda gay a inundar-nos a televisão, porque não termos o verdadeiro e único Mister Gay num dos coliseus?
Assim juntavamos todo o pessoal alternativo e de bom gosto num mesmo sítio, chamávamos um padre exorcísta e salvamos toda essa gente possuída pelo Demo. Todos menos o Mister Gay. Esse belo exemplar de uma modo de vida, teria obrigatoriamente de sobreviver para mostrarmos aos nossos filhos que eles, afinal, tinham mesmo existido..

quarta-feira, setembro 14, 2005

Verão bem quente de 2005...

Como ainda se vai falando nos incêndios do verão quente 2005, achei por bem dissertar um pouco acerca de uma notícia, é certo que já com um mês de idade, mas suficientemente interessante para fazer parte do vasto e insigne espólio do Axistomuitoestranho...

A notícia anunciava um ex-bombeiro que, pela calada da noite, teria desonrado 4 idosas num lar de terceira idade.

Aparte pertinente: Digo "teria desonrado", porque aqui, no Axistomuitoestranho, até prova em contrário, todo e qualquer acusado de um suposto crime é inocente. Prova disso, foram, por exemplo, os meus poustes sobre a orientação sexual do Malato ou do Rui Estêvão. Jamais, alguém me poderá acusar de boateiro ou mal intencionado. Shame on you... Eu também nunca gozarei com o Goucha ou o substituto afeminado do Jorge Gabriel na Praça da Alegria. Nem nunca falarei do Tó Romero. Aliás, depois deste desmedido aparte, prometo que falarei num próximo pouste, desta avalanche gay "que se vem" preparando e prepara para assaltar o Portugal.

Ora bem, segundo a jornalista, no dia seguinte, as velhas "supostamente violadas" estavam serenas. Provavelmente, elas estariam radiantes com vontade de mostrar um sorrizinho maroto. No entanto, talvez incutidas por um pudor e / ou vergonha derivada de uma sociedade opressiva, já do séc. XIX, preferiram ser discretas, explicando-se, assim, a atitude de placidez... Mais verosímil, é a hipótese de que tal serenidade e brandura poderá ter sido motivada por uma reacção adversa a espasmos vaginais incontroláveis que foram experimentados pelas velhas. O Axistomuitoestranho sabe, de fonte segura, que há mais de 30 anos não lhes apagavam o fogo... Para cada acção, uma reacção.

Termino, deixando uma questão à qual quero que me respondam nos comments: Como reagiriam se fossem violados por uma ex-bombeira popozuda?

È obrigatório justificar a resposta dada, não esquecendo de tocar nos seguintes pontos:

- Gostavam ou não?
- Repetiam ou preferiam que tivesse sido por um moçambicano?
- É possível ser violado(a) por uma ex-bombeira?
- O facto de ser popozuda interfere de algum modo no acto?
- Irá o Benfica, até ao final do campeonato, ganhar algum jogo?

sábado, setembro 10, 2005

VALORIZA MAIS O BROCHE, É O QUE É...


"Apesar das aparências, o meu pescoço não é a parte mais preciosa do meu corpo"

PARIS HILTON, ostentando colar de diamantes com que apareceu na cerimónia de entrega dos prémios MTV.


Por um Dr. Bayard, um Tofee Nata El avión e um jogo electrónico Happy Meal, a que parte do seu corpo se estaria a referir Miss Paris?


  1. Ao Coração
  2. Aos Olhos
  3. Ao mastoideu
  4. Outra. Qual?_______________

quinta-feira, setembro 08, 2005

De tanto bater, o meu coração parou

Este podia ser um qualquer título gay de um qualquer livro do Paulo Coelho, mas não o é.
Este é o título de um filme recente distribuído pela Atalanta Filmes. Pelos vistos até ganhou um Urso de Prata no Festival de Berlim. Ora meus amigos, ursos são os 5 mil espectadores que, a acreditar nos dados veiculados pelo jornal o Público, o foram ver na semana de estreia em Portugal.

Apresento as seguintes razões, verosímeis ou não, para não o visionarem (confesso que não o vi, mas para filmes europeus "supostamente" de qualidade excelente, bastaram-me, bastam-me e bastarão-me os Brancas de Neve dos "Joões Césares Monteiros" que andam por aí...) :

1º: Diz na promoção que é o grande filme-surpresa do Verão: Filme europeu, filme-surpresa, aclamado pelos críticos. Ora bem, quando a esmola é muita, o pobre desconfia, portanto, prefiro ver a publicidade do Jorge Gabriel aos preços baixos do Jumbo. "Isto é mesmo verdade, não é publicidade!", diz o conhecido apresentador... Penso eu de que, já não deve faltar muito para este também começar a gostar muito de brincar aos médicos e enfermeiros com criancinhas...

2º: Foi realizado por Jacques Audiard. Ah, pois deve ter ardido; se o homem "bateu" tanto, que até o coração parou, ai não que não ardeu... Se o protagonista fosse o Pinóquio... i rest my case...

3º: Diz João Miguel Tavares, Diário de Notícias: "Um filme simultaneamente frágil e obsessivo, que nos deixa presos ao destino de Tom, o capanga melómano que toca piano de dia com as mãos feridas das pancadas da noite". Caro colega, o tocar piano de dia, compreendo. Quando a fome aperta, toca-se em qualquer lado e a qualquer hora. O que interessa é "despejar" a raiva. Quanto às pancadas da noite, compreendo agora os dizeres da Sô Dona Kathleen Gomes, Público: "(...) É muito e é muito bom. Façam o favor de seguir o cometa." Entenda quem quiser o que a moçoila quer dizer com isto...

4º: Diz Francisco Ferreira, Diário de Notícias: "(...) numa performance notável aguenta (...) processo de aprendizagem de alguém que chegou a uma encruzilhada." Concordo, sem dúvida alguma, com o facto de ser uma execução notável.
Já ouvi que um qualquer fabiano ou sicrano terá morrido a fazer o amor, tendo, quem sabe, comido uma bela de uma feijoada, antes de fazer o amor; agora, nunca ouvi ninguém que tivesse morrido a "bater"... Assim se explica a encruzilhada de processos e movimentos que resultaram neste desenlace letal de etimologia peniana...

P.S.: Juro que não tenho nada contra os intelectuais do Bloco de Esquerda que, com toda a certeza, se deslocaram em massa para ver este filme das e para as elites...

segunda-feira, setembro 05, 2005

O MITO DA 4ª IDADE

«Aos 81 anos diz-se "em perfeito estado físico e mental" (Mário Soares)»
METRO, 1 de Setembro de 05

«SOARES NAMORA FREITAS»
EXPRESSO, 3 de Setembro de 05

«"Exaltante aventura" (Mário Soares)»
Idem, ibidem


Em ano de temperaturas invulgarmente altas, a seca e os níveis alarmantes de CO2 estão a causar efeitos devastadores na população portuguesa. A situação parece agravar-se quando estão em causa idosos de esquerda, fruto duma insuficiente retenção de líquidos, resultante da maior salivação e espuma acumulada nos cantos da boca.

Em ano de eleições presidenciais, num país onde as candidaturas com menos de 60 anos têm uma configuração cabaresca (Manuel João Vieira, Francisco Louça, são disso ex.), as consequências poderão ser devastadoras. Poderão não, poderiam, não estivesse o Prof. descansadinho na sua poltrona, a assistir à rentrée do Batatoon seguro do valor do seu silêncio.

Não deixa porém de ser preocupante a postura adoptada pelos membros mais novos desses partidos, atirando aos lobos esses outrora combatentes que tanto fizeram pelo país. O resultado está à vista, logo nos primeiros dias de campanha, o pai do João Soares, debaixo de uma atmosfera imprópria para a idade (calor, holofotes, multidões, etc., etc.) deu os primeiros sinais de senilidade, ao reafirmar um perfeito estado de forma física e mental enquanto se propunha a exaltantes aventuras pondo em causa a própria sexualidade, como oportunamente noticiou o Expresso.

Estou convencido que o marido da D. Barroso respondeu ao repto incitado pelo sobrinho Eduardo, fiando-se nas maravilhas da medicina e na proclamada 4ª idade. É que nestas idades, onde o fim pode ser uma angústia, a banha da cobra ganha outra credibilidade e como já há quem jure que os comunistas comem mesmo criancinhas...